Suas companhias, sua essência

A todo o tempo somos influenciados, quer seja para o bem, quer seja para o mal. Insistimos em dizer que somos invariáveis, e que os outros não tem poder sobre nós; mas, vou te contar uma coisa: a influência alheia é tão forte, que você pode nem perceber.

Sempre nos foi dito: ‘me diga com quem tu andas que eu direi quem tu és’, e com razão. Suas companhias são o prefácio de sua essência, são elas que dão o panorama geral sobre que tipo de pessoa você é.

Por isso, é imprescindível ser cautelosos em relação a nosso círculo de convivência, principalmente quando temos um perfil empreendedor. Por quê?

Porque nem todos estão prontos para entender a grandiosidade de suas ideias. Tais pessoas podem, sem nem mesmo notarem, colocar obstáculos inexistentes em seu percurso, desmotivado os seus próximos passos. A verdade é que acham que estão sendo realistas e que estão lhe dando o melhor conselho que você poderia ouvir. Não os culpe, aprenda a selecioná-los.

É fácil entender essa influência quando pensamos que somos resultado da média das cinco pessoas com quem passamos mais tempo, porque, apesar deste conceito não ser cientifico, é real. Consegue pensar nas cinco pessoas com as quais mais convive? Quais as características destas pessoas se refletem em sua personalidade? Creio que muitas.

Por isso, quando conversamos com pessoas de mente pequena, nos tornamos menores ainda; por outro lado, diálogos com pessoas de mente grandiosa, nos tornam detentores do universo.

Há uma dica muito valiosa para quem deseja manter sua essência; além de selecionar bem suas companhias, esteja sempre com você. Como assim? Por meio do autoconhecimento você poderá se tornar uma das melhores companhias para si.

O conhecimento próprio é o mapa para encontrar o ouro que há em você, se souber usá-lo notará do que é capaz. Caso contrário, se contentará com as pratas que os outros lhe oferecem.

Se permita investir um tempo para ouvir seus pensamentos. Isso mesmo; muitas vezes estamos tão ocupados ouvindo a outros que não damos espaço para as nossas próprias indagações e opiniões. Aprenda que estar sozinho não é ficar na solidão, é ter espaço para quem merece muito sua atenção: você mesmo.

Publicado no Blog Sobre Tudo em 2/04/17

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *