O que você precisa saber antes de se mudar por causa do trabalho

O desejo de poder fornecer uma melhor qualidade de vida aos seus familiares aliado a curiosidade conhecer, e, morar, em uma cidade nova podem ser fatores influenciadores na hora de responder a uma proposta profissional. Por outro lado, o medo resultante da ameaça de enfrentar algo desconhecido e o apego a rotina atual podem enfraquecer os fatores acima mencionados.

Por isso, é necessário não ser ansioso demais e analisar, de forma prática, qual é realmente a melhor decisão. Neste post vamos descobrir como fazer isso e quais fatores devem ser levados em consideração ao optar pela escolha da vaga, que influenciará completamente no seu futuro e o futuro dos seus dependentes. Leia e aplique cada tópico à sua realidade a fim de evitar arrependimentos posteriores e garantir seu bem estar.

Quanto vale o seu tempo?

É obvio que todos nós desejamos oferecer melhores recursos para nossa família, no entanto, muitas vezes, o que consideramos como uma melhora pode não ser uma melhora. Como assim?

Se, para que a família tenha mais recursos financeiros, você tenha que se ausentar, será que isso realmente pode ser considerado como uma evolução? É preciso analisar o quanto vale o seu tempo de acordo com esta visão.

Caso esta nova vaga limite seu contato com filhos, pais e parentes imediatos, é preciso decidir se esta limitação vale o que está sendo pago. Portanto, decida qual o valor o seu tempo tem, não só para você, mas para aqueles que o cercam.

O quanto você é disposto a mudanças?

A resposta a esta questão revela o grau de dificuldade que você terá caso opte por aceita a vaga. Pessoas que se inspiram com mudanças terão uma probabilidade muito maior de se sentirem satisfeitas ao conhecer novos vizinhos, encarar uma residência diferente e conviver com, até mesmo, uma cultura até então desconhecida.

Agora, se ler estas possibilidades te causou uma medida de medo e não inspiração, tome cuidado: talvez você seja mais voltado à conformidade e não goste de mudanças tão grandiosas. A partir disto, reflita sobre qual será o seu nível de satisfação diante destas mudanças para descobrir qual escolha é válida.

Já visitou a cidade da proposta?

Esta etapa é indispensável, e, quanto antes melhor! Visitar a cidade para qual foi proposta a mudança é um passo que vai alinhar suas expectativas com a realidade – isso é muito importante. Quando você se permite conhecer o ambiente você consegue identificar com maior exatidão os pontos positivos e negativos da região.

Mas, quando digo, ‘visitar a cidade’ não me refiro a um passeio breve de carro e /ou ônibus pela cidade, e sim, passar pelo menos um dia  no local para analisar a estrutura, o comércio, e, principalmente, as pessoas. Seria interessante e benéfico incluir nesta visita seus dependentes (familiares) e lhes perguntar se gostariam e se sentiriam felizes em acompanha-lo nesta mudança, ou, se for o caso, se consideram possível fazer visitas.

Colocando em prática estas três dicas você conseguirá ver com maior clareza a oportunidade que lhe esta sendo ofertada. Não se esqueça de sempre levar em consideração seus valores e os valores daqueles que exercem influência sobre você, para que não se iluda com expectativas que não se adequam ao seu perfil. E, por último: Caso vá, boa viagem!

Publicado em 13/12/16 no Blog sobre tudo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: