A Face Inversa do Amor

É com muita alegria que eu apresento alguns detalhes sobre o meu livro. Demorei muito tempo para escrevê-lo e publicá-lo, e hoje, quando olho para  trás e vejo que todo o meu trabalho teve resultado, a palavra que melhor define o que estou sentindo agora é alegria!

Me dá muita satisfação saber que você se interessou a ponto de chegar até essa página, e já sou muito grata por isso! Se um dia, seja logo ou não, você ler o meu livro, eu gostaria muito de saber a sua opinião. Pode entrar em contato por e-mail, deixar sua mensagem no Facebook, enviar carta, como quiser!

Essa página é especial. Eu só vou deixar aqui conteúdo exclusivo sobre este livro. Alguns estão na edição impressa, mas outros são mais recentes. Estou postando conteúdo novo aqui na página semanalmente,  então, se você quiser se manter atualizado(a), deixe o seu e-mail no campo indicado ao final da página, que você vai ficar por dentro de tudo!

P.s.: Eu não envio spam, relaxa 😉

Vamos conhecer alguns personagens?

(Aproveite para compartilhar também! Basta clicar na imagem)

Annie Macroff

A filha mais velha do casal Macroff é descrita como uma jovem brilhante por qualquer professor ou visita que viesse até a sua enorme residência. Mas, aparentemente, não é assim que os seus pais a vêem. Talvez a sua grande necessidade de atenção seja a causa disso. Ou talvez tenha algo mais.

Brian

Toda jovem tem alguém na escola por quem o seu coração bate mais forte. No caso de Annie, esse alguém é Brian, mesmo que ela não conheça muito sobre o rapaz que parece viver em um mundo totalmente diferente do dela: cerado de amigos e, é claro, de garotas.

Lizze Macroff

Podemos considerar Lizze Macroff como uma pessoa que, ao ser exposta à riqueza e à abundância, ficou “entorpecida”, viciada. Apesar dela não ter deixado totalmente de ser uma pessoa, ou uma “mãe”, a maioria de suas decisões são questionáveis por conta disto.

William Macroff

William nunca foi o tipo de homem que tomava decisões por impulso. Ora, ele era um empresário! Uma decisão errada poderia levar todo o seu império petrolífero pelo ralo. É preciso ser muito frio, racional, e fazer as escolhas certas no momento certo. Então como ele pode pensar que foi tolo?!

Elizabeth Carter

Filha do meio de uma família que não era rica, mas também nunca passou necessidade, Elizabeth Carter é um excelente exemplo de como o “amor” pode, aos poucos, dar origem ao ódio sem motivo. Digo “amor” pois não me refiro ao mais bonito dos sentimentos, mas à um desejo obsessivo que – que pena – é comumente confundido com o amor genuíno.

Lincoln Baker

Lincoln nasceu em uma região pobre, mas isso não o impediu de ser feliz em sua juventude. Era um rapaz atraente, mas o seu coração só podia pertencer à uma pessoa: sua vizinha, Lizze. As voltas do mundo os separaram, e as estas mesmas “voltas” os colocaram “próximos” novamente. Mas nem eu e nem ele acreditamos no destino: há sempre um culpado.

Alexia e Karen Scott

As irmãs Scott são os opostos uma da outra. Mesmo sendo gêmeas, é muito fácil discernir entre elas – até porque Alexia faz questão de deixar isto bem claro.

Stefan Collins

As vezes é um problema quando se é um dos homens mais visados da cidade; apesar disso nunca ter sido um real incômodo para Stefan (ter todas as mulheres aos seus pés? Como isso pode ser incômodo?). No entanto, parece que isso não influenciou muito no modo dele agir com as garotas… o que, aparentemente, é bom.


Já ouviu o primeiro capítulo?

Eu fiz a narrativa do primeiro capítulo do livro, o começo da história de Annie Macroff. Gostaria MUITO de saber a opinião de vocês também!


Deixe seu e-mail para receber as novidades!

* Campo obrigatório 😉



Será enviado um e-mail para você confirmar a inscrição. Após isso é só aguardar. Muito obrigada!

Compartilhe também essa
página nos botões logo abaixo. Quanto mais gente souber, melhor!